Back to home
Em Relacionamento. Amor e Sexo

Traição: “Te amo mas transo com outras” – Já aconteceu com você?

  • 23 de outubro de 2017
  • Por Selma Arau
  • 0 Comentários
Traição: “Te amo mas transo com outras” – Já aconteceu com você?

Os homens não são todos iguais! Alguns ainda escolhem viver a vida mais ou menos, mas muitos desejam amar e ser amados com a força da sexualidade integral. Sintonize-se à sua energia vital, sexualidade, e haverá o encontro!

Um aluno meu do terceiro período da disciplina Criminologia do curso de Direito era 0 típico “sentiu, tenho de fazer!”. Sempre ladeado pelas mulheres, as mais bonitas da sala. Era perceptível o envolvimento sexual dele com as colegas. Como a disciplina trabalhava questões ligadas é psicologia, mencionei a dificuldade das pessoas em perceberem, aceitarem e dominarem seus sentimentos, associar o fato de sentir à “obrigação de fazer”.

Citei vários exemplos em que os sentimentos de raiva, ódio, quando não apropriados pelo individuo, podiam levar a agressões contra si mesmo, surgimento de doenças e até à prática de assassinatos. E que desejos sexuais não trabalhados quase que “obrigariam”, principalmente o homem, em razão de nossa cultura patriarcal, a envolver sexualmenle não como uma escolha. mas como uma necessidade por nã0 saber o que fazer com a sensação, ou para fugir dela.

Essa fala o trouxe até mim para uma converse durante o invervalo. Ele era muito sedutor e tinha um ar de carência muito grande. Contou-me sobre o quanto ele se excitava com facilidade e não tinhapreferência em relação ao tipo de mulher, que isso era um problemagm relação a sua esposa que sofria muito com tudo, pois ela suspeitava que ele a traía. Em linhas gerais, eu o cumprimentei pela atitude e asseverei que não teria condições de adentrar em proundidade na questão, mas poderia dar-lhe algumas dicas, se fosse essa a sua intenção, desprovida da intenção de que seria uma verdade, apenas como luz para que ele refletisse e com a sugestão, porque algumas experiências não refletem o amor.

Viemos para desfrutar da Vida integralmente. Esse negécio de mais ou menos nã0 é de Deus! Quando alguém me oportuniza a levar a menssagem de luz  para que  amor nasça, cresça e frutifique, falo mesmo! Bati na tecla do quanto temos dificuldade em perceber e nos apropriarmos das nossas emoções. O quanto, ainda, somos possuídos por elas, pelo medo de as sentirmos, ante a ligação que de que essa permissão de sentir “nos levaria a fazer”.

Ou pela ansiedade que sentiria por não saber senti-las, e isso nos levaria, obrigatoriamente, ao “fazer”. Assegurei que existe uma diferença muito grande entre todo o caminho da percepção, aceitação, até o “fazer”. NÃO ESCOLHEMOS O QUE SENTIR, MAS O QUE FAZER COM ISSO!

Pedi licença para falar que, pelo pouco que o conhecia e com base no que me falou, “transava muito fora do casamento“, sentia com facilidade um tesão grande por diversas mulheres. Quando “elas davam mole”, eles transavam, embora ultimamente se sentisse incomodado com isso, muita culpa depois da transa. Percebia que isso atrapalha muito o relacionamento conjugal, queria ajuda. Afirmou amar a esposa…

Li um questionário pra ele e pedi que respondesse de forma verdadeira.

  • Como era pra ele sentir desejo sexual por outra mulher?
  • O que acontecia e como se sentiria se ele ficasse com a sensação de libido e não fizesse sexo?
  • Qual o nível de prazer que ele sentia antes, agora e  depois?
  • Como seria para ele perceber esse desejo e, em vez de transar, “canalizar” essa energia para curtir com a esposa?
  • De quem é essa vontade que você sente? Quem é o dono dela?
  • Quem tem a capacidade de escolher o que faz com o que se sente?
  • Como você se sentiria se soubesse que sua mulher é igual a você, ou seja, o ama muito, mas envolve-se sexualmente com outros homens? Ela seria obrigada a não se envolver ou tudo bem se ela se envolvesse?
  • Você exigiria dela uma atitude diferente da sua?

Importante pensar no outro dentro do contexto. Mentir, trair, é viver mais ou menos.

Fechei a conversa com ele dizendo que o termômetro em nossas vidas em relação ao que fazemos é saber como estamos nos sentindo e, como ele estava pedindo ajuda, isso seria um sinal de que algo não estava tão prazeroso, uma vez que os incômodos  eram um incentivo de que algo “não estava bem” e pedia mudanças.

Às vezes se aprisiona em nome da liberdade!

Disse-lhe: sabe o porquê desse comportamento? Por medo de amar e ser abandonado, rejeitado,, sensações já conhecidas lá da infância. Entretanto, essa forma de relacionamento, ou seja, “sexo sem amor, dá a esse homem uma sensação de poder que lhe permite negar seu medo das mulheres, mas sexo sem amor não é agradável nem satisfatório”.

A “carinha” dele com aquele olhar de bichinho carente era somente a “casca” que ocultava a verdadeira personalidade dele, que se valia dela para atrair suas presas e praticar a traição.

OPERAÇÃO ACORDA, ALICE!

Com essa aparência terna ele encobria um pessoa que não sentia nenhuma ternura pelas mulheres que iam para a cama com ele. Seu perfil era um atrativo muito grande para elas, dava a impressão de que ele estava apaixonado e seria capaz de oferecer muito carinho. Contudo, ele queria apenas descarregar a tensão causada pela energia sexual sem qualquer suavidade.

Ele me confessou sua angústia e tristeza,  não sabia por que fazia isso com sua parceira. Disse-lhe que a questão não é somente “por que ele fazia isso com a mulher dele”, mas por que fazia com ele?

É inegável a importância das sensações e sentimentos em nossas vidas, mas, enquanto não os reconhecermos e aceitarmos, poderemos nos tornar vítimas de algo que está em nós e se tornou maior que nós mesmos.

“EU ACOLHO COM TRANQUILIDADE O QUE PENSO E SINTO, ESCOLHO O QUE FAZER COM TUDO ISSO A FAVOR DO AMOR”

Faça desta frase um mantra!

 

 

 

 

Por Selma Arau, 23 de outubro de 2017
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sobre mim

Muito prazer! Eu sou Selma Arau

Uma experiência traumática na infância poderia ser o motivo para que tudo desse errado em minha vida. Mas toda dor, sofrimento e quedas foram utilizados para a realização do meu sucesso, no amor, carreira, na vida. Através de meus livros, artigos e palestras, quero ajudar você a se transformar e descobrir qual é o segredo para conquistar o seu sucesso.

Saiba mais
Calendário de eventos
Chá de Lingerie
Chá de Lingerie
INSTAGRAM
Instagram API currently not available.
Siga-nos

Assine nossa newsletter

Preencha seus dados e receba nossas atualizações.
Instagram API currently not available.